Resenha – Menina má

Oi pessoas, tudo bem?

Recentemente li o livro Menina má (Darkside Books, 2016, 272 p.), do autor William March. E venho conversar sobre eles com vocês, hoje. Ele foi publicado pela primeira vez em 1954, e claro que pelo tema, na época já houve um Boom gigantesco em torno dele. Em 1956 a obra teve uma adaptação cinematográfica, que foi indicada a quatro Oscar, entre eles, para a menina Patty McComarck, que interpretou a personagem Rhoda.

Rhoda Penmark é uma linda e delicada garotinha de oito anos de idade. Tem covinhas maravilhosas, e é muito carinhosa com os adultos. Porém, as crianças, suas colegas de escola, morrem de medo dela. Rhoda estuda em um colégio que premia suas crianças, quando veem algum desenvolvimento durante o ano letivo. Naquele ano, o prêmio é uma medalha para a criança que melhorar sua letra durante todo o ano. Nossa menina tem certeza absoluta de que irá ganhar esta medalha. Mas o prêmio acaba passando para o seu coleguinha. Claro que ela fica muito chateada com isso, e tenta de todas as maneiras persuadi-lo. A escola fez um piquenique, e levou suas crianças para partilhar desse bom momento. Mas houve um incidente: aquele seu coleguinha acabou vindo a morrer afogado. Depois desse episódio, a mãe de Rhoda, Christine, começa a perceber a frieza e indiferença da menina quanto ao fato. Desconfiando de que sua filha pode ter feito algo de ruim, Christine começa a pesquisar sobre psicopatas e sobre o passado de sua própria família.

14055171_613620135463542_5759893636836672081_n

Minha opinião: Como vocês já sabem, eu adoro livros que tem como tema principal os psicopatas. E com esse não foi diferente! O autor descreve muito bem a mente de seus personagens. Posso até arriscar a dizer que deixa as ações em segundo plano, e assim, nossa imaginação fica borbulhando de ideias. O que para mim, não é menos aterrorizante. Quando o leitor participa ativamente da leitura, isto é, imagina tudo o que pode ter acontecido com determinado personagem, somente com os pensamentos de outros, já sabemos o quanto o autor é bom. Achei Christine uma personagem sensacional! Fiquei me colocando em seu lugar em todas as passagens, e realmente eu não saberia o que fazer se tivesse uma filha como Rhoda. Há outro personagem, que não posso nem dizer que é secundário, que para mim foi um dos melhores: Leroy, o faxineiro do prédio em que nossas protagonistas moravam. Leroy é o tipo de ser humano imprestável, que poderia deixar de existir da face da terra. E com isso, tornou-se um dos meus personagens favoritos, pela sua frieza tão bem descrita. Indico esse livro para todos que gostam do tema.

Já tem vídeo lá no canal! Assista clicando aqui!

Título: Menina má

Autor: William March

Editora: Darkside Books

Páginas: 272 p.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s