Livros, amizades, Rita Araújo e brigadeiro no pote de Qualy.

Hoje, queridos amigos seguidores do blog, não teremos postagem. Amanhã começarei o VEDO.
Deixo apenas para vocês, esse texto maravilhoso de nosso querido amigo e blogueiro Jim Duran!

Diários do Vagabundo Iluminado

Rita Araújo, usando o Snapchat ontem, promoveu um momento de reflexão sobre os ganhos que temos tido com toda essa história de canais literários e afins. Ela aborda um ponto que eu defendo e celebro. Encontramos nossa tribo, finalmente. Não que já não tivessemos amigos ou grupos em que flanávamos. Mas poder ter com quem falar sobre nossas leituras, autores, tramas preferidas, é uma coisa completamente diferente. Como se todos os planos infalíveis fossem dar certo agora, caramba não estou mais sozinho. Reconhecer-se parte de algo é muito bom, sentir-se aceito por seus pares nem se fala. Pode parecer conversa de adolescente e talvez seja mesmo, não tem nada de errado nisso tudo. Somos uma espécie que vive em bando (por mais que tenhamos momentos de vagar solitariamente pelo campo selvagem diante de nós).
Comparamos leituras, damos e recebemos dicas de livros, autores, preços e promoções. Claro que nos defendemos…

Ver o post original 418 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s