Resenha – Dias e noites de amor e de guerra

Oi pessoal, tudo certo?

Para mim, falar sobre a ditadura, seja de qualquer país é algo muito difícil. Sou leiga no assunto, e a maioria das coisas que “sei” foram as que aprendi na escola. Claro que li alguns livros e artigos em jornais e revistas sobre o assunto, mas nada muito aprofundado. Então, desculpem-me se esta resenha sair muito inocente. Para começo de conversa, a “Sinopse” que usarei hoje, não será um resuminho do livro, como eu costumo fazer, com as minhas palavras. Será utilizada do Skoob. Então, com minhas palavras, vocês verão apenas o “Minha opinião“.

diase

Sinopse [Skoob]: Dias e noites de amor e de guerra (L&PM, 2001, 201 p.), de Eduardo Galeano, “são histórias vividas em épocas de violência e intolerância. Relatos que resgatam a memória do terror étnico e político pelo mundo, com ênfase nos “anos de chumbo” da América Latina. A rotina daqueles que, por motivos políticos, se viam obrigados a abandonar suas casas, seus países, seus parentes, formando uma enorme diáspora de uruguaios, argentinos, brasileiros, paraguaios, chilenos etc. As pequenas e as grandes tragédias de uma época em que as ditaduras militares, com enorme violência, ocupavam quase a totalidade dos países latino-americanos.”

dias e

diasee

Minha opinião: Tão real que parece ficção. Esta é a definição do livro. O horror persegue o autor em cada linha do livro. Com textos bem curtos, Galeano não deixa passar sequer um momento de sua fragilidade humana e de sua agonia a nós, leitores. Por mais ironia que possam ter suas pequenas crônicas, vemos ali a dor de alguém que passou por algo que (cof cof) hoje em dia é pedido por algumas pessoas, em redes sociais: a [volta da] ditadura. Não importa o país. A ditadura sempre, sempre será catastrófica. E sim, eu sempre soube disso. Porém, com as palavras de uma pessoa que viveu de perto o horror que foi esse período (e que cá entre nós, ainda acontece em muitos países, inclusive o Brasil, mas de forma não oficializada, e sim encoberta, por baixo dos panos), todo meu escasso “conhecimento” sobre o assunto ditadura, tornou-se muito inocente. A cada passagem, eu ficava mais atônita com os acontecimentos, mais temerosa com o poder que os seres humanos têm em ser verdadeiros monstros. Um livro que indico muito. Mas você terá que ler com cuidado, pois nunca mais verá a ditadura com os mesmos olhos – mesmo que já ache essa forma de “governo” terrível. Ainda assim ficará horrorizado.

Título: Dias e noites de amor e de guerra

Autor: Eduardo Galeano

Editora: L&PM

Páginas: 201 p.

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha – Dias e noites de amor e de guerra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s