Resenha – O outro lado da memória

Oi gente, tudo certinho?

Venho hoje falar um pouco do livro O outro lado da memória, que é de uma autora nacional, e que está no meu desafio do Skoob 2015, na categoria de Junho, que seria ler um livro com um casal protagonista.

outro lado da

O outro lado da memória (Novo Século, 248 p., 2013), da autora nacional Beatriz Cortes, conta a história de Luíza, uma menina de 18 anos, que tem duas melhores amigas, a Carol e a Júlia. Elas sempre estão junto de Luíza, mesmo nos momentos mais difíceis. Ela tem um trauma em relação ao namoro e ao ‘amor’, por causa de um ex-namorado chamado Lucas. Um dia, entra um garoto novo na escola, o Arthur. Luíza o trata com desleixo, super mal, mesmo o menino não tendo feito nada a ela. Ele acaba se tornando capitão do time de basquete, e é ‘adorado’ por todos os colegas. Um garoto bonito, gente boa, inteligente, e engraçado. O que ia dar? Paixonite aguda, claro haha Mas as coisas não serão nada fáceis, principalmente para Arthur. Em consequência do trauma de Luíza, Arthur terá que passar em provas e mais provas de confiança, para que conquiste Luíza.

 

Minha opinião: Tenha um ataque de fofura, de adolescente gritando por causa de um menino novo da escola hahahaha Eu li este livro super rápido, e fiquei sim, suspirando por causa de Arthur. Aquele menino, como eu já disse acima: simpático, bonito, inteligente e engraçado. Pronto, um príncipe encantado que não existe na vida real. haha Ah!! E super romântico! – Confesso que essa parte não é muito lá meu ‘gênero’, mas é fofo também – para os outros. Achei a leitura muito fluida. A autora escreve, como se fosse um roteiro para um filme hollywoodiano.

Mas tenho uma coisa para falar, que pode ser considerado um ponto negativo: a Luíza é chata! Caraca… No começo do livro até metade pelo menos, eu me irritei frequentemente com ela e com suas atitudes. O livro é narrado em primeira pessoa, e isso não é tão legal, quando esta pessoa é chatinha rs Ela trata Arthur com tanto desdém, mesmo sem o garoto ter feito nada, que isso a torna insuportável. Ok, ela sofreu um ‘trauma’ no antigo namoro, mas como todos sabemos, cada pessoa é de um jeito. Vários de seus comportamentos não batiam com a idade – 18 anos -, e isso acabou me tirando do sério. Mesmo tão chata, ao menos ela é decidida rs Dá pra entender? Se ela não quer algo, mesmo que as amigas tentem convencê-la, não há – quase – nada no mundo que a convença do contrário.

O que achei bem legal também na história foram os personagens secundários. Mesmo não tendo tanto desenvolvimento, eles são aquele tipo de amigos que necessitamos: leais, companheiros e que sempre estão do seu lado, mesmo que apontando seus erros. E isso, miagente… Vocês sabem que é algo muito difícil de ser encontrado hoje em dia.

Esta é a obra de estreia de Beatriz, e acho que ela se deu muito bem! Claro que sempre temos alguns pontos negativos e outros positivos, mas isso é com todos os autores rs. Gostei demais de ter lido. Acredito que os românticos de plantão e os jovens que estão começando a ler agora, irão curtir ainda mais que eu 🙂

Título: O outro lado da memória

Autor: Beatriz Cortes

Editora: Novo Século

Páginas: 248 p.

Anúncios

5 comentários sobre “Resenha – O outro lado da memória

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s