Resenha – Claros sinais de loucura

Olá, tudo bem aí? Aqui sim.

Eita, problema que é, falar sobre um livro incrível!

claros sinais

Em Claros sinais de loucura (Intrínseca, 2014, 256 p.), de Karen Harrington conhecemos Sarah Nelson, uma garota bem diferente das crianças de sua idade. Com 12 anos, ela curte palavras novas, tem uma lista de palavras preferidas, tem dois diários – um verdadeiro, e um falso -, tem um pai alcoólatra e uma mãe internada em um hospício. O motivo? Quando era criança, tinha um irmão gêmeo, o Simon. Jane Nelson, sua mãe, afogou seu irmão, que morreu, e tentou afogar também Sarah. O caso ficou conhecidíssimo na região, e a garota nunca mais teve sossego. E nem conseguiu fazer amigos por causa disso. Quando chegava numa nova escola, e seus colegas ficavam sabendo que ela era a filha da mulher louca, já começava o bullying. As crianças se afastavam, com medo de que Sarah também fosse maluca. Por conta disso, ela sempre foi muito na dela, mas sempre aproveitando ao máximo desta situação: com dois diários, escrevia coisas para os adultos lerem (no falso), e escrevia coisas que ela realmente sentia ou pensava (no verdadeiro). Tinha uma melhor amiga chamada Planta, que era mesmo uma planta, e que sempre conversava muito e compartilhava também seus segredos. Não era muito chegada em ir à casa dos avós, passar suas férias de verão. Coisas da idade rs Um certo dia, seu professor de literatura pede para os alunos escreverem uma carta para um personagem literário que prefiram. Todos escolhem Harry Potter. Mas Sarah prefere escolher Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Nas férias de verão, ela vai viver coisas bem diferentes das quais está acostumada, afinal vai ficar com Charlotte, sua vizinha de frente, já adolescente. E vai descobrir a si mesma, como jamais tinha imaginado.

claros21 claros1

Minha opinião: Poxa, não sei se escrevi muita coisa na sinopse haha Mas enfim, isto acontece no começo. Você pode ler e desfrutar sossegado o livro, pois contei o básico somente. A autora escreve de um jeito totalmente poético e sensível. Claro que em muitas partes, vemos que os pensamentos de Sarah é um pouco avançado para sua idade rs Porém, eu não posso julgar quanto à linguagem que ela usa, já que é tão fissurada por palavras e significados. E também pelo fato de ter tido um grande acontecimento em sua vida, podemos imaginar que ela tenha amadurecido prematuramente, já que teve que “cuidar”, de certo modo, de seu pai. Não tenho muito o que falar aqui sem dar spoilers rs Mas se você quer um conselho: leia o quanto antes. Sarah irá te impressionar – e a autora mais ainda, com suas frases tão inspiradoras.

Título: Claros sinais de loucura

Autor: Karen Harrington

Editora: Intrínseca

Páginas: 256 p.

Anúncios

5 comentários sobre “Resenha – Claros sinais de loucura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s