Resenha – Peter Pan

Olá pra você! Tudo certo?

O livro de hoje com certeza ficou com uma parte especial no meu coração. Uma história tão gostosa de ser lida, que tenho saudades dos personagens.

Peter Pan (Zahar, 2014, 253 p.) conta a história da família Darling: Wendy, Miguel e João, três irmãos que adoram ouvir histórias de sua mãe. Sua mãe costuma contar-lhes a história de Peter Pan e a Terra do Nunca, uma ilha onde todas as crianças que caíram de seus carrinhos de bebês quando crianças (!!), e acabaram se perdendo, vão para lá – leia-se, crianças órfãs rs. Esta ilha é uma junção de todos os sonhos de ilhas das crianças. E lá vive este garoto, Peter Pan, que é um mocinho que nunca cresce, nunca se torna adulto. Pois bem. Uma noite, quando as crianças já estão dormindo, Peter aparece na casa para resgatar sua sombra, que acabou se desprendendo de seu corpo. Wendy acorda com a bagunça do menino, e costura sua sombra em seus pés. Ele convida a linda garota e seus irmãos para irem morar na Terra do Nunca. E eles aceitam! Lá eles terão que enfrentar piratas e conviver com a triste realidade que é…

DSCN0878 DSCN0880

DSCN0881 DSCN0882

Minha opinião: Gostei demais de ter lido este livro. Eu não conhecia a história original, somente o filme da Disney. E sinceramente, não difere muito (não pelo que eu me lembre rs). O livro é cheio de significados. E é isso que eu gosto! Peter é uma criança eterna, podemos dizer, e ainda assim não é inocente: ele tem lá suas maldadezinhas. Wendy mostra toda sua maturidade como garota, e faz uma representação de mãe muito bonita. A escrita do autor também é maravilhosa. No começo senti um pouco de estranheza, pois são coisas um pouco sem nexo de serem lidas, como você pode ver no quote abaixo. Mas aí quando você começa a entrar na Terra do Nunca junto com os personagens, a história começa a mudar. Você literalmente é levado para uma terra de fantasias, de piratas, de pessoas do mal e pessoas do bem, de crianças que não querem crescer nunca. E bate uma saudade da infância. E dá uma dor no coração. E você chora.

De todas as ilhas deliciosas que existem, a Terra do Nunca é a mais aconchegante e compacta; não é grande e espalhada, sabe?, com aquelas distâncias chatas entre uma aventura e outra. É bem apertadinha. Quando você brinca nela durante o dia, usando cadeiras e a toalha de mesa, ela não é nem um pouco assustadora. Mas, nos dois minutos antes de você ir dormir, ela fica quase, quase real. É por isso que a gente sempre deixa uma luzinha acesa no quarto durante a noite. (p. 19)

Ah! E já tem resenha do filme aqui. Lembrando que este ano, sairá outra adaptação para os cinemas deste lindo livro.

Se você quiser, pode também assistir à resenha em vídeo:

Título: Peter Pan

Autor: J. M. Barrie

Editora: Zahar (Coleção Clássicos Zahar – Bolso de Luxo)

Páginas: 253 p.

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha – Peter Pan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s