Resenha – Dias perfeitos

Olá pra você!

Ultimamente estou “descobrindo” vários autores nacionais, e tenho me animado bastante! É tão legal ver os nossos autores tomando o mundo ❤

dias perfeitos

O último livro brasileiro que li foi Dias perfeitos, do autor nacional Raphael Montes. Este era um dos meus livros da Mini maratona que fiz no final de novembro rs Mas como a lerdinha resolveu começar a ler Cotoco, ao invés deste, acabou que não consegui concluir decentemente minha maratona 😀 Se eu tivesse começado por Dias perfeitos, com certeza, eu concluiria mais uma leitura. É viciante.

Dias perfeitos (Companhia das Letras, 2014, 280 p.) conta a história de Téo, estudante de medicina, que tem como melhor amiga a Gertrudes, uma mulher morta, que é utilizada nas aulas de anatomia do grupo. Ele nunca conseguiu lidar muito bem com pessoas – vivas – e resolve que ela pode ser uma boa amiga, uma boa ouvidora. Mesmo com seu jeito retraído, Téo um dia resolve ir num churrasco. Lá encontra o de sempre: pessoas vazias, que bebem, fumam, riem umas das outras. Sentiu-se um pouco desamparado, até que encontrou uma garota que cheirava a leveza: Clarice. Logo de cara, já percebemos que ele ficou totalmente encantado pela sua liberdade, pelo seu jeito espontâneo e tagarela. Ela escreve um roteiro para cinema intitulado Dias perfeitos. Conversam um pouco, e dessa conversa, nosso protagonista já consegue descobrir seu número de telefone e o que ela faz da vida. Tudo normal, não fosse a maneira como descobre isso. O modo como Téo encara as coisas e formula tudo para que saia do jeito que ele deseja é perturbador. Temos, para amenizar um pouco toda a situação que eles se envolvem, belos locais como Ilha Bela, Paraty e Teresópolis. O autor narra tudo conforme o pensamento de Téo – o que eu não poderia chamar de narração em primeira pessoa, mas vocês acho que vocês me entendem rs, o que torna tudo ainda mais maluco. Ao entrarmos na mente do personagem, vemos como ele acha cada situação psicopata extremamente normal.

perf

Achei o livro envolvente demais. Eu realmente não podia parar de ler, e já começava a pensar na história e em possíveis finais. Mas há um porém. Quando começou a chegar mais para o final do livro, fiquei um pouco perdida nas situações. Talvez por eu estar esperando um final totalmente dramático para a história, ela não conseguiu me conquistar por inteiro. Apesar do desfecho, que para mim foi bem inesperado (posso dizer que até no mau sentido, sorry :/ ), o desenrolar da trama, o modo eletrizante que Raphael conta a história, não é para qualquer um. É assustador, inebriante, chega a dar calafrios; e fiquei em vários momentos pensando em como é que pode um ser humano ser tão frio e calculista para fazer as coisas que Téo fazia. Em uma das partes do livro, cheguei a lembrar do livro 3096 dias, da Natascha Kampusch (que já foi resenhado aqui) e o que ela fala sobre a Síndrome de Estocolmo. Dias perfeitos foi um livro que me despertou muitos sentimentos: da pena ao horror, e do riso (nervoso) ao medo. Indicadíssimo!

Título: Dias perfeitos

Autor: Raphael Montes

Editora: Companhia das Letras

Páginas: 280 p.

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha – Dias perfeitos

  1. Ameeeei a resenha Dani! *-*
    Fiquei super curiosa para saber no que foi que o Téo se meteu! O.O
    Já havia escutado falar desse Livro, mas achei que era mais um Livro estrangeiro e nem pesquisei a história. Atualmente estou tentando dar mais oportunidade para os escritores brasileiros!
    Entrou para a minha lista de desejados! 😀
    Beijos e até! ^^
    Aaaaaah amei o novo tema do Blog, ficou muito bonito!
    As: Amanda Mello!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s