Resenha – Oras Bolas: O humor de Mario Quintana

ora bolas

“De todos os poetas que eu conheço, considero Mario Quintana o melhor. Não somente por suas poesias – que não são “somente” poesias -, mas por todas as histórias que já ouvi dele como pessoa. “Como se poeta não fosse pessoa”, ele provavelmente me diria, se estivesse vivo.”

Confira a resenha completa do livro Oras Bolas: O humor de Mario Quintana (L&PM, 2011, 146 p.) escrito, compilado e adaptado por Juarez Fonseca no A Booktime!

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha – Oras Bolas: O humor de Mario Quintana

  1. Acredita que eu não gosto muito de poemas? Quer dizer, não é não gostar, é que eu não consigo ler, sei lá, me disperso fácil demais kkkkk Mas acho super legal recitar, teve uma vez um sarao na escola onde eu recitei um poema, fui até vestida de mimica e tals, ia até interpretar os versos *-*
    Mas enfim, um dia irei tentar ler um livro de poemas inteiro ❤

    Beijos e saiu a resenha do livro Invisível ao Toque lá no blog *-*

    • vixi menina… Leia algum do Mario quintana ou da Adelia Prado… os dois são meus favoritos!
      Da Adélia adoro o Bagagem… é super fininho rsrs
      kkkkk e eu já fiz esse troço aí de Sarau também… o pior de tudo: as poesias eram minhas… kkkkk moh micão!!

      Beeijos… já vou visitar seu blog 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s